Cães

A importância dos check-ups periódicos

Cães,Gatos

Hoje, já se tem tratamentos avançadíssimos para diversos tipos de doenças crônicas como a Radioterapia, Eletroquimioterapia e Crioterapia.

O cuidado dos donos de sempre leva-los ao veterinário também tem contribuído para uma maior qualidade de vida. Por outro lado, as incidências de doenças típicas da velhice, como problemas de articulação e ate mesmo o câncer, tendem a aumentar devido a essa longevidade.

Geralmente, são os cães os mais acometidos por neoplasias (crescimento exagerado das células do organismo animal de maneira incorreta e anormal), mas isso pode depender de uma série de fatores, como genética e estilo de vida, por exemplo. Nos felinos é comum a incidência de linfomas (câncer dos linfócitos), mas os cânceres mais graves que atingem os animais são o melanoma (de células da pele) e sarcoma (que atinge a mesoderma); osteossarcoma (nos ossos); e neoplasias cerebrais. Algumas neoplasias, como a mamariam, podem ser prevenidas. “O ideal é incentivar os proprietários a levarem os animas periodicamente para check-ups com o profissional de confiança, a fim de que ele identificasse o problema mais cedo”.

Contudo, o diagnostico é confirmado através de biopsia e, se necessário, o veterinário fará outros exames complementares como raios X e ultrassonografia.

Quanto mais cedo o câncer for descoberto e tratado, maiores são as chances de manter o tempo médio de vida do animal. Vale lembrar ainda que as chances de recuperação dependem de outros fatores, como tamanho do tumor, idade e condições gerais do animal. A neoplasia não é sinônimo de que o animal está destinado à morte. Grande parte do tratamento depende muito da dedicação do proprietário, por isso, precisamos fazê-los entender a importância do check-up e das visitas periódicas aos consultórios veterinários.

Compartilhar